Logon
Blog

Conheça os sintomas de câncer de pâncreas na fase inicial

Saiba Mais

​O pâncreas é uma glândula que faz parte dos sistemas digestivo e endócrino, pesa aproximadamente 100 gramas e mede 15 cm em um adulto, ele fica localizado atrás do estômago e, lateralmente, está entre o fígado e o baço. O órgão exerce a função de produzir hormônios como insulina, somatostatina e glucagon, que são responsáveis por regular os índices de glicose no sangue. Além disso, desempenha o papel de produzir enzinas como tripsina, lipase e amilase, que são importantes para o processo de digestão. Ele é divido em três partes: o lado direito do órgão (a cabeça) – principal parte que é acometida por câncer – e as demais: o corpo (centro) e a cauda (lado esquerdo). 

O câncer de pâncreas​ é uma doença de difícil detecção, assintomática nos estágios iniciais e, comumente, agressiva quando se trata do seu principal subtipo: o adenocarcinoma (90% dos casos diagnosticados). Por esse motivo, apresenta uma elevada mortalidade. No Brasil, representa cerca de 2% dos diagnósticos de câncer, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). 

O Dr. Felipe Moraes, oncologista do Hospital Nove de Julho, explica quais são os principais sintomas e o tratamento. Saiba mais! 

Quais os primeiros sintomas de câncer de pâncreas? 

Um dos motivos que levam ao diagnóstico tardio é o fato de os sintomas do câncer de pâncreas não serem específicos dessa doença. No entanto, ao surgirem é importante que sejam avaliados por um médico, sobretudo se forem persistentes. Conheça os principais sinais: 

  • Perda de peso;

  • Falta de apetite;

  • Dor no abdome, principalmente na parte de cima do abdome e quando se irradia para a região das costas;

  • Fraqueza;

  • Urina escura em associação com fezes claras;

  • Náuseas;

  • Pele e olhos amarelados (icterícia).

Qual exame detecta o câncer de pâncreas? 

A detecção precoce do câncer é um método utilizado para identificar um tumor em uma fase inicial e, assim, aumentar a chance de um de bom tratamento. Ela pode ser feita por meio de análise com auxílio de exames clínicos, laboratoriais, endoscópicos ou radiológicos, em pessoas com sinais e sintomas que sugerem a doença ou em pessoas que não apresentam os sintomas. No entanto, o diagnóstico precoce do câncer de pâncreas só é possível em uma parcela dos casos, uma vez que a maioria só apresente sinais e sintomas em fases já avançadas da doença.

“Não existem exames de rotina para detecção precoce do câncer de pâncreas em pacientes assintomáticos, infelizmente", explica o médico.

O Dr. Felipe Moraes também reforça que, “a história familiar de câncer de pâncreas; tabagismo; obesidade e pancreatite crônica são os principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Não são conhecidas associações alimentares específicas", explica o médico. Saiba mais sobre câncer e alimentação​.

Como saber se tenho problemas no pâncreas?

Devido à ausência de sinais e sintomas em maior parte dos casos, não é possível identificar sem a realização de exames de imagem como: tomografia computadorizada, endoscopia, ultrassonografia, além de exames laboratoriais como de sangue e também o laudo histopatológico, em resultado de uma biópsia, que podem auxiliar o médico no diagnóstico. Não está indicado, no entanto, nenhum método de rastreamento populacional, como acontece com o câncer de mama, por exemplo. 

O médico enfatiza que “estilo de vida saudável, com controle de peso, atividades físicas regulares, alimentação balanceada e cessação do tabagismo são fundamentais na prevenção dos cânceres de uma forma geral". Saiba mais sobre como reduzir o risco de câncer​.

Qual médico devo procurar?

O cuidado de doenças relacionadas ao pâncreas, órgão fundamental ao aparelho digestivo, deve ser feito por um gastroenterologista ou cirurgião do aparelho digestivo, aptos ao cuidado de problemas digestivos​.

 

“O tratamento em casos que câncer de pâncreas, habitualmente é feito por meio de uma combinação de estratégias de quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Sempre em centros de excelência e em trabalho multidisciplinar como ocorre no Hospital Nove de Julho", reforça o médico.  

​​​​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​​​







Veja mais