Logon
Blog

Conhecer a origem da água ajuda a evitar doenças

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

Com a crise hídrica, muita gente tem buscado fontes alternativas de água, como caminhões-pipa e poços artesianos. O problema é que, em situações como estas, nem sempre é possível medir a qualidade da água e conhecer sua origem. E estes são detalhes importantes, já que a falta de tratamento adequado representa um risco alto para a saúde.

Para tornar a água potável e segura para consumo, é necessário tratá-la com substâncias que eliminam bactérias, vírus e verminoses. Este processo é fundamental para diminuir a incidência de doenças causadas pela falta de saneamento. Na correria para armazenar água, muitos se esquecem deste cuidado.

As consequências disso variam desde doenças transmitidas por micro-organismos (como a dengue e a febre amarela), até a contaminação química, por metais como chumbo e arsênico, por exemplo. A contaminação por esgoto, bastante comum, é uma das formas mais comuns de propagação da Hepatite A, por exemplo.

Hepatite A

A doença é uma inflamação do fígado causada por um vírus. Na maioria dos casos, não é grave, mas é importante que o diagnóstico seja preciso para um tratamento adequado. A Hepatite A tende a ser mais amena na infância, já na fase adulta exige maior atenção.

A vacinação é a melhor forma de se prevenir, especialmente para mulheres que planejam engravidar, já que a doença representa grandes riscos para a mãe e o feto. Recentemente, abordamos o assunto aqui no blog e demos dicas importantes para evitar o contágio por Hepatite A. Clique para saber mais.

Medidas eficazes

A incidência de enfermidades como a Hepatite A pode ser evitada se alguns cuidados forem observados. Ferver a água ou aplicar duas gotas de hipoclorito de sódio por litro 30 minutos antes do consumo são duas medidas eficazes. Outra solução caseira é diluir uma colher de sopa de água sanitária a 2,5%, sem alvejante, para cada litro a ser consumido, respeitando o tempo de 30 minutos prévios ao consumo.

Se a sua fonte for caminhão-pipa, é preciso verificar a qualidade e origem na hora da compra. Isso porque o vírus da Hepatite A pode sobreviver semanas quando em contato com a água. Água de profundidade sem tratamento, como as de poços mal planejados também precisam de atenção pelo mesmo motivo.

Mesmo em casa, é preciso não abrir mão de antigos cuidados, como a higienização das caixas d’água, assunto que também abordamos recentemente neste blog. Além da Hepatite A, gastroenterites infecciosas, esquistossomose, leptospirose e dengue são doenças que podem ser evitas com a devida higienização. Saiba mais.

Dra. Marta Deguti é hepatologista do Centro de Gastroenterologia do Hospital 9 de Julho


​​Para marcar consultas e exames, ligue para 11 3147-9430​

Veja mais