Logon
Blog

Linha de cuidado Neurologia

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

Linha de cuidado em Neurologia no H9J: o atendimento de excelência para o paciente neurológico

A linha de cuidado em Neurologia foi desenhada para garantir que o paciente neurológico clínico ou cirúrgico tenha um atendimento de excelência em todas as áreas de atendimento: Pronto-socorro, Ambulatorial, Internações Eletivas Clinicas ou Cirúrgicas. 

Nesse fluxo foram mapeadas todas as necessidades desse perfil de paciente, incluindo todas as interfaces com os serviços (de diagnóstico, intervenção, monitoramento, etc.) disponíveis dentro da instituição de forma a tornar o atendimento mais efetivo e resolutivo.

No caminho que o paciente percorre no H9J, se for preciso, ele será atendido em uma Unidade de Internação e uma Unidade de Terapia Intensiva com foco na Neurologia e Neurocirurgia, com profissionais especialmente capacitados para lidar com esse paciente tão especial.

Para o Dr. Rafael Paterno, coordenador do Pronto-Socorro de Neurologia, a linha de cuidado encurta a distância entre o paciente e o médico neurologista ou neurocirurgião, levando a um diagnóstico preciso e tratamento adequado em um tempo mais curto, reduzindo, assim, o número de complicações e dias de internação. "O paciente volta mais rápido para sua casa, sua família e pode retomar sua rotina", explica.

Pronto-Socorro com neurologistas plantonistas das 10h às 22h

Dentro da linha de cuidado da Neurologia, o Pronto-Socorro do H9J conta com equipe de neurologistas atuando presencialmente, das 10h às 22h. São profissionais que já compunham o corpo clínico do hospital e, também, novos médicos que se destacam pela capacidade técnica e pelo lado humano. "A equipe está lá para atender os pacientes, os colegas socorristas e a equipe multiprofissional com eficácia e cortesia. Essa é a cara que queremos dar ao nosso serviço de Neurologia", afirma.

A visão do neurologista é especializada e poderá identificar necessidades de continuidade do cuidado e dar o devido direcionamento ao paciente, reduzir tempo de espera por atendimento, aumentar a resolução de casos mais simples e atender as emergências neurológicas mais rapidamente.

AVC tem uma taxa elevada de mortalidade, e em mais de 60% dos casos dos pacientes potencialmente elegíveis a um tratamento na fase aguda não recebem o atendimento adequado. A presença do neurologista no Pronto-Socorro dará a agilidade necessária a esse fluxo de atendimento onde o tempo é fator determinante para a evolução do paciente.

UTI neurológica com equipamentos especiais

Inaugurada em junho desse ano, a UTI neurológica do H9J conta com 13 leitos para atendimento de paciente neurológicos clínicos e cirúrgicos. Possui quartos individuais com banheiro, onde os familiares e/ou acompanhantes podem ficar com o paciente por 24 horas, participando do dia a dia decisório e estreitando as relações interpessoais com a equipe assistencial. "O objetivo é criar um ambiente muito favorável a todos", conta a enfa. Conceição Zechineli, gerente de enfermagem do Bloco Crítico.

O diferencial são alguns equipamentos específicos para atendimento de pacientes neurológicos como o Braincare e a Impedância Torácica. Confira:

Impedância Torácica (PulmoVista 500) - Aparelho que auxilia na otimização dos parâmetros ventilatórios, proporcionando ventilação e oxigenação mais adequadas e reduzindo complicações relacionadas à ventilação mecânica do paciente com insuficiência respiratória grave;

Braincare (com participação em protocolo internacional) - Monitor desenvolvido no Brasil, mas com aceitação crescente na comunidade científica internacional, principalmente nos Estados Unidos. Com o equipamento, coloca-se uma cinta ao redor do crânio, que permite aferir a pressão intracraniana por ondas eletromagnéticas, sem nenhum procedimento invasivo.

Unidade de Internação com foco nas doenças neurológicas mais frequentes

O H9J definiu duas unidades de internação com 16 leitos cada para atendimento do paciente neurológico. A equipe multidisciplinar composta por enfermagem, fisioterapia, nutricionista, farmacêutico, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais está qualificada para o atendimento integral, o melhor fluxo com os menores tempos de atendimento para assegurar a satisfação do paciente e do médico.

De acordo com Conceição, foram 12 horas de treinamento em cuidados nas diferentes patologias: doenças desmielinizantes, AVC hemorrágico e isquêmico, epilepsia, procedimentos diagnósticos comuns, exames físicos específicos com foco nas alterações neurológicas, principais drenos utilizados e os cuidados com cada um deles, principais medicamentos, cuidados frente à disfagia e o suporte nutricional, reabilitação do paciente evitando a síndrome do imobilismo.

Centro de Neurologia com equipes especializadas de atendimento

No CME, são realizados atendimentos ambulatoriais para diversas especialidades em Neurologia, nas seguintes áreas:
 
Dor e Cefaleia
Esclerose Múltipla e Neuroimunologia
Epilepsia e Medicina do Sono
Memória e Cognição (Alzheimer)
Doenças Cerebrovasculares (AVC)
Distúrbios dos Movimentos (Parkinson)

Equipe de Esclerose Múltipla e Neuroimunologia

A equipe especializada no tratamento da Esclerose Múltipla (EM) é um grande diferencial, pois a doença é a principal causa não traumática de invalidez em jovens. O tratamento integral do paciente que vive com a EM é complexo, envolve uma ampla equipe interdisciplinar, que deve trabalhar de forma harmônica para obter os melhores resultados. "Vamos trazer nossa experiência de coordenação de um Centro de Referência em EM na Santa Casa de São Paulo também para os pacientes atendidos aqui no H9J", diz o médico.  

O grupo também vai atender todos os outros tipos de manifestações inflamatórias e autoimunes do sistema nervoso, incluindo as manifestações neurológicas das doenças inflamatórias sistêmicas e as síndromes paraneoplásicas.

Exames para o diagnóstico preciso e melhor decisão terapêutica 

Em seu Centro de Diagnóstico, o H9J disponibiliza exames complementares fundamentais para o diagnóstico rápido e preciso, essenciais para fundamentar a melhor decisão terapêutica da equipe interdisciplinar. Os principais exames disponíveis dentro da linha de cuidado são: 

Hemodinâmica 

A angiografia digital é uma modalidade diagnóstica e terapêutica semelhante ao cateterismo cardíaco. Através de um dispositivo que é introduzido na circulação periférica, é possível investigar a circulação do pescoço e cerebral para detectar aneurismas, estreitamentos, obstruções e malformações. Em muitos casos, é possível usar o mesmo método para o tratamento destas lesões. Isso é especialmente importante quando a doença se encontra em um lugar de acesso muito difícil pelas cirurgias abertas.

Neurorradiologia 

O neurorradiologista é o profissional com treinamento especializado para interpretar as imagens de Ressonância e Tomografia no campo das doenças neurológicas, dispondo também de angiotomografia cervical e cerebral como método de investigação. "Temos a felicidade de contar com profissionais do mais alto gabarito atuando no 9", afirma o Dr. Paterno. 

Trombólise 

Os pacientes com diagnóstico de AVC isquêmico, com atendimento realizado logo nas primeiras horas após a instalação dos sintomas, são candidatos a um tratamento chamado trombólise, que busca dissolver a obstrução na circulação, podendo levar a reversão parcial ou total dos sintomas. Por isso, é essencial procurar rapidamente um atendimento especializado com a menor suspeita. 

Trombectomia mecânica

Em casos em que o paciente sofre o AVC isquêmico e chega ao hospital em tempo hábil para a trombólise, ainda pode ser possível tratar a obstrução por meio de um procedimento chamado trombectomia mecânica, que permite desfazer a obstrução através de um cateter, com bons resultados em pacientes selecionados, reduzindo as sequelas decorrentes do AVC. Esse procedimento também é indicado em casos em que a obstrução ocorre em vasos mais calibrosos. 

Centro de Infusão para tratamentos com medicamentos injetáveis 

Hoje, o Centro de Infusão, localizado no CME, já atende os pacientes com doenças neurológicas com indicação de receber medicamentos injetáveis periodicamente.

Com a linha de cuidado da Neurologia, a proposta é ampliar o atendimento diferenciado, com a presença de neurologista, responsável por avaliar o paciente, validar a prescrição médica e monitorar as intercorrências relacionadas aos medicamentos infundidos. Caso indicado, poderá reportar os problemas para o médico responsável.

Diversas doenças neurológicas de etiologia autoimune são tratadas com medicamentos infusionais, uma delas é, por exemplo, a esclerose múltipla. As medicações mais frequentemente utilizadas são: imunoglobulina humana, natalizumabe, ocrelizumabe, rituximabe e alemtuzumabe.​

​​​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​


Veja mais