Logon
Blog

Setembro Dourado: a saúde do seu filho vale ouro

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​Campanha alerta para o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil.

O Setembro Dourado vem para conscientizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. O câncer é o nome de um conjunto de doenças que apresentam crescimento desordenado das células, invadindo tecidos e órgãos. Essas células formam tumores malignos que podem se alojar em qualquer local do organismo. Quando esse quadro acontece em uma criança ou adolescente, o chamamos de câncer infantojuvenil. Nesses casos, costumam ser afetadas principalmente as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação.

Esses pacientes felizmente tendem a responder melhor aos tratamentos atuais, chegando a altos índices de cura, principalmente se o câncer for descoberto em estágios precoces.

O que pode causar câncer em uma criança ou adolescente?

"Atualmente, se reconhece que o aparecimento do câncer está diretamente vinculado a uma multiplicidade de causas e, em alguns tipos de câncer, a susceptibilidade genética tem papel importante. Algumas infecções (principalmente virais) podem se relacionar a determinados tipos de neoplasias.

Ao contrário de muitos cânceres em adultos, os cânceres infantis não estão fortemente ligados ao estilo de vida ou a fatores de risco ambientais", explica a Dra. Alessandra Gomes, Onco-hematologista Pediátrica do Hospital 9 de Julho.

Os tipos mais comuns de câncer infantojuvenil

A especialista explica os três tipos mais recorrentes nessa área da Medicina:

Leuce​mias: esse é o câncer mais comum em crianças e adolescentes, representando cerca de 30% do total de câncer em pediatria. Nesse caso, a medula óssea (tecido esponjoso que compõe os nossos ossos) produz glóbulos brancos anormais de forma desordenada, capazes de invadir a corrente sanguínea e bloquear as células saudáveis. Esses fatores combinados aumentam as chances de infecção, entre outras complicações no organismo.

Tumores do Sistema Nervoso Central: esse é o segundo tipo mais comum em pediatria, correspondendo a cerca de 20% das neoplasias abaixo de 15 anos de idade. As manifestações clínicas são variadas, como dor de cabeça, vômitos, alteração da marcha e/ou convulsão.

Linfomas: esse tipo se desenvolve no sistema linfático, responsável pelo sistema imunológico do nosso corpo. É o terceiro tipo mais comum na infância e os sintomas podem incluir aumento de linfonodos na região do pescoço ou no abdome, febre e/ou perda de peso.


A importância do Setembro Dourado

Com o avanço dos estudos e análises do câncer infantojuvenil, foi comprovado que a identificação precoce das células cancerígenas é um fator determinante para que o tratamento tenha mais chances de apresentar resultados de sucesso. O objetivo do Setembro Dourado é justamente chamar a atenção dos pais e responsáveis sobre os possíveis sintomas do câncer em crianças e adolescentes, bem como incentivar a busca por avaliações, exames e diagnósticos, se for o caso. Além disso, objetiva, também, os devidos investimentos na assistência a esses pacientes que "valem ouro", por isso foi escolhido o dourado.

Se o seu filho apresenta algum dos sinais listados a seguir, sendo que eles persistem com o passar do tempo, é importante buscar atendimento especializado, de preferência com um oncologista pediátrico.

Fique atento à: palidez, manchas roxas pelo corpo, febre sem causa específica, perda de peso repentina, aparecimento de pequenos caroços pelo corpo (principalmente na região do pescoço), sudorese noturna, alterações oculares, aumento do volume abdominal, dor de cabeça persistente, perda de equilíbrio. Lembre-se: um cuidado a mais agora pode ser um divisor de águas na vida da sua família – no sentido positivo.

"Nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento do câncer na infância e na adolescência foi extremamente significativo. Hoje, em torno de 80% das crianças e adolescentes acometidos da doença podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. A maioria deles terá boa qualidade de vida após o tratamento adequado", afirma o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Como o Hospital 9 de Julho recebe e trata esses casos

Você sabia que o nosso hospital conta com uma Unidade de Onco-hematologia Pediátrica? Os apartamentos são adaptados para receber pacientes infantis e juvenis, acolhendo também suas famílias.

A sala da família oferece um local para alimentação dos pais, para que não precisem se alimentar no apartamento, pois pode provocar náuseas na criança pelo cheiro da comida. 

Sempre que a Unidade receber uma criança, os quartos são ambientados com detalhes infantis e as luzes dos quartos mudam de cor, utilizando o conceito de cromoterapia para promover um ambiente lúdico acolhedor.

No corredor, há uma brinquedoteca itinerante e um painel eletrônico para jogos de videogame para estimular a atividade física nas crianças. Além de tudo isso, o H9J proporciona um atendimento totalmente especializado através de uma equipe de onco-hematologistas pediátricos e uma equipe multidisciplinar preparada para o atendimento do paciente oncológico pediátrico.

​​​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​

Veja mais